Igreja Nossa Senhora da Ajuda

Dedicada à Nossa Senhora da Ajuda, nome de uma das naus da frota de Tomé de Sousa, o primeiro Governador-geral do Brasil, foi erguida em 1949, a primeira Igreja da Ajuda, durante o processo de construção da cidade de Salvador pelo governador-geral Tomé de Sousa.

Seus construtores foram os jesuítas, liderados por Manuel da Nóbrega, que levantaram uma igrejinha precária, de paredes de pau a pique e coberta de palha. Situava-se no interior do recinto de Salvador, cidade que, à época, estava cercada por uma paliçada para a proteção dos colonos. Foi dedicada a Nossa Senhora da Ajuda, que era o nome de uma das naus da frota de Tomé de Sousa.

Internamente, a igreja está decorada com pinturas em suas paredes e forros, guardando relíquias como a imagem do altar principal, de Nossa Senhora d’Ajuda, que teria sido trazida de Portugal pela esquadra de Tomé de Souza em 1549. Na parede esquerda da igreja encontra-se o púlpito onde o Padre Antônio Vieira proferiu seus memoráveis sermões. Na parte mais alta da igreja, também aberta ao público, há um grande Vitral francês todo colorido com a imagem de Nossa Senhora da Misericórdia, uma das grandes surpresas desta construçã0. 

Outras duas belas imagens adornam a igreja, uma do Senhor dos Passos, encontra-se na nave mostrando um Cristo com grande expressividade facial e uma grande cruz sendo carregada, toda em detalhes de prata. A outra, do Senhor Morto, mais antiga, provavelmente de origem portuguesa e feita em carvalho, está guardada em um compartimento no altar, fechado por uma porta retrátil. Esta só é exposta uma vez ao ano, durante a “Procissão do Encontro” ou na sexta-feira da Paixão.

Em 1552, o primeiro Bispo do Brasil, Dom Pero Fernandes Sardinha transformou a igrejinha da Ajuda, feita de taipa e coberta de palha, na primeira Sé do país, a “Sé Palha”. Depois, em 1579 o próprio Bispo Sardinha remodelou a primitiva igreja em pedra e cal. Esta segunda igreja colonial foi demolida em 1912, durante uma reforma urbanística e o prédio atual foi cortado ao meio para a passagem da rua que lhe dá acesso. O projeto foi desenvolvido pelo arquiteto italiano Júlio Conti, sendo inaugurada em definitivo em 1932.

Com a criação da diocese da Bahia (1551), o bispo D. Pero Fernandes Sardinha instalou-se nas imediações e a Igreja da Ajuda serviu de Sé Catedral improvisada, o que lhe valeu a alcunha de "Sé de Palha".  

Hoje é administrada pela Venerável Irmandade do Senhor Bom Jesus dos Passos e Vera Cruz.

 

Festas:

12 abri - Procissão Encontro Senhor Bom Jesus dos Passos com N. Sra. das Dores

22 mai - Santa Rita de Cassia: tríduo e procissão

18 dez - N. Sra. da Ajuda

Missas: seg, qua e sex - 12h30

 

Foto: fotógrafos Amanda Oliveira e Antônio Queiros

Visitação gratuita: seg, qua e sex - 10 às 14h - gratuito

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Site: http://igrejadaajudasalvador.webnode.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/pages/Igreja-de-Nossa-Senhora-da-Ajuda/205881519443408

Instagram: https://www.instagram.com/explore/locations/389713597771620/igreja-nossa-senhora-da-ajuda/?hl=pt-br

Endereço: Rua da Ajuda, s/n, Centro - Salvador, BA

Telefone: (71) 3322-3296