Dança/Teatro

20 de Setembro

Festival de Arte Negra A Cena Tá Preta

O Festival de Arte Negra A Cena Tá Preta, que acontece entre os dias 20 e 29 de setembro, no Teatro Vila Velha, chegou a sua décima edição e será inteiramente dedicada às produções dos integrantes do Bando de Teatro Olodum, que em 2020 irá completar 30 anos de criação.

Reconhecido como um dos mais importantes grupos de teatro do país, o Bando de Teatro Olodum estará apresentando, mais uma vez, o trabalho dos seus integrantes, que movimentam as artes cênicas na Bahia. Com ingressos a preços populares (R$ 20 e R$ 10), o festival será uma oportunidade para o público conhecer o talento dos atores e atrizes em outros desafios artísticos.

A abertura do festival, na sexta-feira, 20, a partir das 18h, contará com a intervenção artística Vila nas Encruza, que contará com grafites ao vivo do artista Samuca Santos, além de poesias com o escritor Nelson Maca e uma Feira Preta com afroempreendedores: Atelier de Nana França; jóias da Baraunartes, de Luciana Baraúna; e a Dandakayá, que dará um workshop de maquiagem para pele negra. Às 20h, será apresentado o espetáculo solo "Nas Encruza", com texto e atuação de Leno Sacramento e edição de Roquildes Júnior.

O encerramento do festival irá acontecer no domingo, 29, às 19h, com o recital Vozes Negras, dirigido pelo ator, diretor, produtor cultural e afrochef Jorge Washington, que convidou atores e músicos para um recital que valoriza a rica produção literária de escritoras e escritores negros, para falar de afetos, resistência e afirmação.