Cinema

25 de Maio

#ConexãoFGM - documentário “Pernambués - Quilombo Urbano”

Próxima segunda-feira (25), no #ConexãoFGM, acontece o lançamento do documentário “Pernambués - Quilombo Urbano”, com direção de Lúcio Lima, resultado do projeto contemplado pelo edital Arte Todo Dia – Ano V, da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura de Salvador.

O filme terá estreia no canal do YouTube da FGM, disponível das 08h às 21h.  Oriundo do antigo Quilombo do Cabula, Pernambués é um bairro periférico de Salvador que tem em sua raiz uma negritude que pode ser vista em sua paradoxal existência entre casarões nobres e a resistência de um povo batalhador. “Pernambués - Quilombo Urbano” retrata a construção da localidade e do seu contexto histórico, desde os laranjais à sua desvinculação do Cabula, percorrendo por rostos que validam o título de bairro mais negro de Salvador. As histórias navegam pelas personalidades nascidas em Pernambués a partir da condução do Rapper Negro Davi, músico reconhecido em seu local de origem. O documentário navega pelas ondas que carregam memórias, lutas e realizações, ingredientes que fazem de qualquer local um mar de descobertas. (trailer: https://m.youtube.com/watch?v=TaOyqWGpIrE

Na terça-feira (26), o #ConexãoFGM reprisa “Água de Meninos, A Feira do Cinema Novo”, com direção de Fabíola Aquino. Relembra os filmes "Sol Sobre a Lama" e "A Grande Feira", que retratavam as condições de vida da sociedade baiana na década de 60, o cenário era a Feira de Água de Meninos que foi incendiada. Hoje a Feira de São Joaquim e seus feirantes vivem situações semelhantes às dos filmes do Cinema Novo, em paralelo aguardam com esperança o início da revitalização e ampliação da maior feira livre da Bahia.

Na quarta-feira (27), quem volta para a programação é a série “O Samba que Mora Aqui - Episódios 1 e 2”, que tem direção de Vitor Rocha. Ao abordar diferentes rodas de samba de Salvador, mestras e mestres sambistas como Ganhadeiras de Itapuã, Riachão e Walmir Lima, a produção discute as origens do samba e sua relação umbilical com os rituais de matriz africana. A obra tem participação do maestro Letieres Leite, da líder religiosa Makota Valdina, e do ritmista Gabi Guedes e suas mãos forjadas nos toques dos atabaques.

Na quinta-feira (28), os episódios 3 e 4, da série “O Samba que Mora Aqui”, com direção de Vitor Rocha. Ao abordar diferentes rodas de samba de Salvador, mestras e mestres sambistas como Ganhadeiras de Itapuã, Riachão e Walmir Lima, a produção discute as origens do samba e sua relação umbilical com os rituais de matriz africana. A obra tem participação do maestro Letieres Leite, da líder religiosa Makota Valdina, e do ritmista Gabi Guedes e suas mãos forjadas nos toques dos atabaques.

Na sexta-feira (29), serão exibidos dois filmes com direção de Lorena Sales e Murilo Deolino: “As Máscaras de Nilo”, onde na véspera do Dia de Finados, o cortejo dos caretas sai pelas ruas da pequena cidade de Nilo Peçanha. Com um ar de mistério, o som dos búzios e as batidas de enxada se ouvem de longe. As máscaras carregam o culto aos antepassados, uma herança preservada ao longo dos tempos que constitui o imaginário presente na localidade; e “Dia de Visita”, que aborda a história entre conexões e desconexões um garoto da cidade visita seus tios no interior.

No final de semana, a partir das 07h da manhã do sábado (30), até às 00h do domingo (31), ficará disponível todo o conteúdo apresentado durante a semana.

É possível assistir do computador, smart TV, tablet, celular… qualquer dispositivo eletrônico com acesso à internet, através do canal do YouTube da FGM ( https://bit.ly/2vQgnJz ).

Para saber de toda programação do #ConexãoFGM, basta seguir a FGM nas redes @fgmoficial (Instagram) e @fgmcultura (Facebook).