Roda de Conversa

12 de Novembro

Frontispício da Cidade: Paisagem no Tempo

A Prefeitura de Salvador, por meio da Fundação Gregório de Mattos (FGM), traz o tema Frontispício da Cidade: Paisagem no Tempo para a roda de conversa do Patrimônio É... da próxima terça-feira (12), às 18h, no Espaço Cultural da Barroquinha.

O frontispício é o resultado da falha geológica (tectônica) da Baía de Todos os Santos, sobre a qual e num ponto específico, Tomé de Souza ergueu a Cidade do Salvador. É a fachada da cidade que se percebe a partir do mar da baía. Segundo o professor Chico Mazzoni, “trata-se do local que ofereceu defesa natural para a cidade, já que ela foi construída no seu topo, a 60 m de altura do porto. Os muros iniciais da cidade foram construídos para o lado do interior (atual Baixa dos Sapateiros), como proteção aos ataques que poderiam ocorrer por terra.”.

Para falar sobre o assunto, a Gerência de Patrimônio Cultural (GEPAC) conta com a participação de Francisco Giuseppe Sampaio Mazzoni (Chico Mazzoni), graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia e Mestre em Restauro dei Monumenti - Università Degli Studi di Napoli, Rodrigo Espinha Baeta, arquiteto, formado pela Escola de Arquitetura da UFMG, Especialista pelo Curso de Conservação e Restauração de Monumentos e Sítios Históricos, Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (PPGAU UFBA), Doutor pelo mesmo programa, com área de Concentração em Conservação e Restauro e por Floro Edmundo Freire Neto, Engenheiro, arquiteto de estruturas, eletricista e artista plástico autodidata. Floro Freire é técnico da Conder e atua na área de reconstrução do Centro Histórico. Sempre se dedicou à pesquisa dos monumentos arquitetônicos da cidade e, a partir de 2006, se inspirou no trabalho do arquiteto Diógenes Rebouças iniciando a primeira grande panorâmica de Salvador, com Antônio Risério. Esse trabalho resultou no vídeo “Retratos de um Tempo”, que em 2006 foi lançado no MAM, e exibido para alunos de escolas da capital. A mediação fica por conta de Edvard Passos.